Plano de Contingência MIM

 

Acesso às instalações MIM

Obrigatório: uso de máscara. Caso não tenha, a clínica disponibilizará, mediante pagamento da mesma pelo cliente, devendo colocá-la na entrada das instalações e durante todo o atendimento;

Obrigatório: higienizar as mãos com a solução disponível pela clínica na entrada/saída;

Obrigatório: uso da etiqueta respiratória sempre que tossir ou espirrar;

O pagamento da consulta deve ser efetuado preferencialmente por MB;

É desaconselhado a presença de acompanhante;

Se necessária a presença do acompanhante, este deve, preferencialmente, aguardar fora das instalações;

Se o acompanhante tiver de entrar no consultório (por exemplo, quando o utente é menor de idade), deve permanecer sentado a mais de 2 metros de distância da secretária (com a máscara cirúrgica colocada);

É fundamental manter o distanciamento social de 2m;

Em vez de aguardar dentro do espaço, aguarde no exterior das instalações ou a uma distância de 2m, para evitar cruzamento entre clientes e procedermos à desinfeção da área de contacto;

Seja pontual e chegue no horário da marcação – terá uma tolerância de 5 min. Caso contrário a consulta será reagendada;

Se chegar com antecedência, deverá aguardar no carro/exterior das nossas instalações até ao horário agendado;

É totalmente desaconselhado acessórios ou outros pertences que sejam considerados desnecessários para o serviço que lhe será prestado;

Evite tocar em superfícies desnecessariamente;

Se estiver doente ou com algum sintoma, proceda ao reagendamento da consulta.

Reforço das condições de higiene e saúde no trabalho

Todos os colaboradores/técnicos e clientes devem promover o reforço da higienização das mãos e da etiqueta respiratória.

Todos os colaboradores/técnicos e clientes têm de usar obrigatoriamente máscara cirúrgica (e viseira, caso pretenda).

Todos os colaboradores/técnicos e clientes devem usar gel de mãos antes de entrar nas instalações, em toda e qualquer ocasião.

Está disponível suportes com álcool gel nas instalações, principalmente nos locais onde não é possível a lavagem das mãos, por exemplo, nas receções e gabinetes.

É efetuado um reforço da higienização para assegurar a limpeza regular das superfícies que são tocadas com frequência, designadamente wc’s, puxadores, mobiliário de receção, gabinetes, teclados, telefones…

Regras de socialização

Até orientação em contrário, deverá ser evitada a realização de todos os eventos/reuniões/ações de formação e similares presenciais. Quando seja indispensável reunir, deverá garantir-se um raio mínimo de 2 metros entre participantes e o arejamento natural das salas deverá ser salvaguardado por todos os envolvidos.

Foi alterada a frequência e a forma de contato entre colaboradores e entre estes e os seus clientes e prestadores de serviço. Não devem ser dados apertos de mão ou qualquer tipo de cumprimento com recurso ao toque.

Qualquer colaborador com algum sintoma de COVID-19 (como tosse ou febre) deve relatar os seus sintomas à área de saúde no trabalho e dirigir-se para a sala de isolamento. De seguida, deve entrar em contato com a linha de saúde – 808242424 – e seguir as instruções.

Teletrabalho

O regime de teletrabalho é aplicável para o máximo de pessoas possível da equipa, em que a sua aplicação não afete o funcionamento da intervenção.

Todos os técnicos cujas funções permitem a aplicação do regime de teletrabalho que possuem a indicação da Medicina do Trabalho e que corram maior risco de doença grave por COVID-19 por pessoas com doenças crónicas (ex.: doenças cardíacas, diabetes e doenças pulmonares), ou que se encontrem grávidas, estarão em regime de teletrabalho até indicação em contrário.

Os técnicos em teletrabalho devem agir de forma responsável e tomar todas as medidas razoáveis para minimizar o risco de contrair o vírus, em linha com as orientações da DGS/OMS, e seguir as seguintes instruções:

  • Evitar eventos, reuniões sociais e similares que não sejam indispensáveis, bem como espaços públicos com concentração de pessoas;
  • Adotar comportamentos sociais responsáveis, eliminando o contacto físico, e aplicar a distância social, minimizando o tempo passado fora de casa. No caso de estar fora de casa, a regra da distância de 2 metros deve ser aplicada sempre que possível.
  • Lavar frequentemente as mãos e evitar tocar com as mãos na cara, designadamente a boca e os olhos;
  • Assumir a responsabilidade civil e social de garantir que não se está em contacto desnecessário com pessoas doentes, com sintomas ou que tenham feito viagens recentes.

Em caso de contato com uma pessoa portadora de COVID-19 ou suspeita de ter contraído o vírus, deve recorrer-se ao autoisolamento imediatamente e notificar a linha de saúde.

Os técnicos que ficam em casa devem encontrar maneiras de fazer o seu trabalho com eficiência. Isto pode significar uma visita ocasional necessária à Clínica MIM.

Sala de Isolamento

Em cada instalação da Clínica MIM, encontra-se disponível uma sala de isolamento para poder reagir a situações de sintomas de COVID-19.

Área de atendimento

Os colaboradores das áreas atendimento devem aplicar as seguintes medidas:

  • Aumentar a rotina da lavagem das mãos no decorrer dos atendimentos;
  • Aumentar a rotina da limpeza dos espaços de utilização dos clientes;
  • Reforçar a disponibilização de gel desinfetante para utilização pelos clientes e colaboradores/técnicos;
  • Reforçar a manutenção dos produtos de higienização e a desinfeção na receção e instalações sanitárias;
  • Reforçar a comunicação de boas práticas aos clientes;
  • O modo de pagamento será em MB;
  • Avaliar caso a caso e, dependendo da situação, aplicar medidas para reduzir o contato com os clientes durante o ato atendimento e intervenção, incluindo restrições ao número de pessoas dentro das clínicas e limitando a distância entre as pessoas que esperam na fila (idealmente 2 metros).

Comunicação

Sempre que seja solicitada informação sobre a preparação da mim – Clínica de Desenvolvimento para prevenir a propagação do COVID-19 por clientes/parceiros, deve ser prestada a melhor informação disponível até ao momento e as medidas previstas no nosso plano de contingência.

Reconhecemos que a situação está a mudar bastante rápido. Para lidar com a incerteza o melhor possível, a mim – Clínica de Desenvolvimento adota medidas de prevenção nas instalações baseadas pela DGS, OMS e Diário da Republica Portuguesa.