Como posso ajudar o meu filho na leitura?

Os pais têm um papel ativo e fulcral nas aprendizagens dos seus filhos, pois ensinam através do exemplo, muitas vezes sem perceberem que o fazem. Para uma criança com dificuldades de aprendizagem específicas, a importância deste papel torna-se ainda mais crucial.  Assim sendo, os pais devem ajudar os seus filhos nas suas aquisições académicas, todavia esta experiência deve ser positiva, construtiva e prazerosa para a criança.

As sugestões abaixo apresentam algumas maneiras divertidas de ajudar o seu filho a tornar-se um leitor confiante e feliz.

Diga trava-línguas engraçados.

Cante músicas, leia livros com rimas e diga trava-línguas engraçados, pois está a consciencializar a criança de que existem vários sons nas palavras. Depois de a criança memorizar a rima ou o padrão, cometa erros de propósito e deixe-a corrigi-lo.

Deixe seu filho escolher.

Deixe seu filho escolher seus próprios livros, de acordo com suas capacidades, pois o objetivo é proporcionar-lhe oportunidades de leitura com sucesso. Deixar seu filho ler o que lhe interessa é uma maneira de a leitura se tornar divertida.

Mostre ao seu filho as partes de um livro.

Olhe para a capa do livro e coloque questões: “De que falará este livro? Qual será a história que ele nos vai contar?”. Diga ao seu filho quem é o autor e quem é o ilustrador.

Mostrar como lemos palavras em uma página.

Mostre como se leem as palavras ao longo da página, da esquerda para a direita e de cima para baixo. Explique-lhe que as palavras estão separadas por espaços.

Eu leio para ti e tu lês para mim.

Reveze com seu filho ao ler em voz alta na hora de dormir, podem alternar entre frases, parágrafos ou páginas. As crianças adoram esse tempo especial com seus pais, por isso diga-lhe o quanto gosta de ler com ele. Fale sobre o “tempo da história” como a parte favorita do seu dia.

Questione e deixe-se questionar

Coloque ao seu filho questões como: “O que achas que vai acontecer a seguir?”, “O que é isto?”, “ Como achas que (nome da personagem) se sente?” ou “ Achas que (nome da personagem) teve uma atitude correta?”.

Se o seu filho fizer uma pergunta, pare e responda, mesmo que isso interrompa a história. Sempre que possível estabeleça relações entre a história e a vida de seu filho.

Uma vez só não é suficiente.

Incentive o seu filho a ler seus livros e poemas favoritos. Reler ajuda as crianças a aprender a ler mais rapidamente e com precisão.

Leia com diversão em sua voz!

Leia para o seu filho com humor e expressão. Use vozes diferentes. Exagere! Torne a leitura um momento divertido e agradável.

Seja paciente e corrija seu pequeno leitor com delicadeza.

Quando a criança estiver a tentar vocalizar uma palavra que não conhece, dê-lhe o tempo necessário para o fazer. Relembre-lhe que deve olhar com atenção à primeira letra ou primeira sílaba da palavra. Se ela cometer um erro, indique delicadamente as letras que ele não viu ou leu incorretamente. Muitos leitores inexperientes tentam adivinhar palavras incorretamente com base nas primeiras letras da palavra.

Abra o dicionário.

Deixe seu filho ver que usa o dicionário. Diga, “Hum, não tenho certeza do que esta palavra que dizer… Vou consultar o dicionário.”

Saiba quando parar.

Deixe o livro para depois, se seu filho perder interesse ou tiver dificuldade em prestar atenção, pois não compreenderá nem reterá a mensagem lida.

Experimente diferentes tipos de livros e revistas

Incentive seu filho a ler diferentes tipos de livros, artigos ou histórias. Algumas crianças, especialmente meninos, preferem livros de não-ficção. Outros gostam de revistas infantis.

Todos os momentos são bons para ler

Faça uma lista de compras, vá ao supermercado, peça ao seu filho que a leia e que procure os rótulos. Faça uma receita e peça que seja ele a ler os ingredientes e as instruções.

Assim, a leitura deve ser uma atividade divertida e agradável para ambos. Mais importante ainda, ao dar ao seu filho experiências positivas com livros, está a incutir nele uma paixão genuína e vitalícia pela leitura e pela aprendizagem – um presente de valor inestimável!

Carla Oliveira

Professora de Educação Especial

mim – Clínica do Desenvolvimento