ABC da Amamentação

Hoje em dia todas as mulheres têm acesso fácil a documentação sobre as vantagens da amamentação, por isso seria inoportuno estar a falar das virtudes tão bem descritas pela Direção Geral de Saúde e pela OMS, em conjunto com a Unicef, sobre a importância de amamentar o seu filho.

Amamentar é uma arte e, como tal, tem que ser “aprendida”. Por isso, se está gravida e está decidida ou não a amamentar deverá procurar uma Enfermeira Parteira para tirar as suas dúvidas e saber tudo que poderá acontecer na amamentação. Vá acompanhada pelo seu companheiro, pois ele será o seu braço direito na sua decisão e saberá protegê-la de comentários e opiniões menos próprias relativamente à sua opção.

Não tenha medo de formar uma opinião diferente de todos, com total consciência e informação: a decisão é sua! E é uma decisão diária! O importante é estar bem consigo mesma para cuidar do seu filho.

Se decidir amamentar:

A – Saiba que é crucial amamentar na primeira hora de vida o seu filho. Ele traz consigo o reflexo de sucção e deglutição inato e, se o deixar, ele encontrará sozinho a mama! Quanto maior é o estimulo, maior é a produção do leite, por isso quanto mais cedo melhor.

Não importa o tamanho da sua mama. Ela é o ideal para o seu filho.

B – É importantíssimo uma boa pega. Uma má pega provoca a maceração dos mamilos, gretas e inflamações, causando dor!

Nos primeiros dias é normal sentir desconforto ou dor nos mamilos, pois estão a ser estimulados para alimentar o seu filho. Saiba que todos os problemas da amamentação têm solução!

– Não tenha medo. Confie, todas as suas hormonas sabem o que têm que fazer para produzir leite suficiente para o seu filho.

Mães reais têm dificuldades, dúvidas e medos. Por isso, peça ajuda!

Não se preocupe com a medida ou quantidade de leite que o seu filho tem que mamar, deixe-o mamar o que quiser e o tempo que quiser. Ele sabe quando largar a mama! Cada bebé tem o seu ritmo, há bebés que precisam de mais tempo para se saciarem porque têm uma mamada mais tranquila, outros são mais ávidos e por isso podem não ter necessidade de tanto tempo para ficarem satisfeitos.

Lembre-se que as dificuldades são uma fase passageira e logo vai desfrutar da amamentação. Mãe e bebé adaptam-se rapidamente e usufruem ao máximo deste vínculo afetivo: o bebé sorri e esse é o agradecimento mais gratificante que vai conhecer!

Prepare-se para este grande momento, verá que todos os obstáculos que surgirem com a amamentação serão facilmente ultrapassados. Junto com a sua Enfermeira Parteira saberá como contorná-los.

Enquanto não regressa ao trabalho, aproveite para passear com o seu bebé. Não precisa de levar uma “mala” carregada de material para o alimentar, o leite materno estará sempre pronto, na temperatura e embalagem ideal!

DICA: Calma. Respire fundo. Sem medo. Coloque o seu batom preferido, pegue no seu filho, passeie, lanche, amamente e disfrute o momento!

Carla Henriqueta Pereira

Enfermeira Especialista em Saúde Materna e obstétrica

mim – Clínica do Desenvolvimento